terça-feira, 1 de maio de 2012

Características do bom pastor / líder e suas ovelhas / liderados


Jo 10,22-30


22. Celebrava-se, em Jerusalém, a festa da Dedicação do Templo. Era inverno.
23. Jesus passeava pelo Templo, no pórtico de Salomão.
24. Os judeus rodeavam-no e disseram: 'Até quando nos deixarás em dúvida? Se tu és o Messias, dize-nos abertamente.'
25. Jesus respondeu: 'Já vo-lo disse, mas vós não acreditais. As obras que eu faço em nome do meu Pai dão testemunho de mim;
26. vós, porém, não acreditais, porque não sois das minhas ovelhas.
27. As minhas ovelhas escutam a minha voz, eu as conheço e elas me seguem.
28. Eu dou-lhes a vida eterna e elas jamais se perderão. E ninguém vai arrancá-las de minha mão.
29. Meu Pai, que me deu estas ovelhas, é maior que todos, e ninguém pode arrebatá-las da mão do Pai.
30. Eu e o Pai somos um.'


REFLETINDO


Nessa leitura Jesus está em situação semelhante à que nós muitas vezes nos encontramos quando lideramos um grupo em nossa comunidade, em nosso trabalho, ou família. Ou de outro modo, quando somos liderados... Vamos tomar como exemplo a liderança religiosa para nossa reflexão.

Era a festa da Dedicação e Jesus passeava pelo templo. Ele caminhava tranquilamente assim como nós em nossas atividades cotidianas. De repente, aqueles que o conheciam o cercam e começam a interrogá-lo com perguntas sem sentido.

Aqueles judeus questionavam “Quem era Jesus”, mesmo Jesus convivendo constantemente com eles. Eles o questionavam porque não enxergavam os atos de Jesus, porque esperavam ouvir palavras...

Quantas vezes nós também nos deparamos com essa situação, onde, não importa o que façamos, as pessoas não acreditam em nós, não nos apoiam, não nos respeitam, porque preferem ouvir palavras soltas, mesmo que mentirosas, ao invés de enxergar a verdade pelo que somos e fazemos.


Jesus ensina que é aquilo que fazemos que nos define, como pessoas, como líderes. Então Ele cita 3 aspectos importantes da liderança.

1.      AS MINHAS OVELHAS ESCUTAM A MINHA VOZ: O bom líder, o bom pastor precisa ser escutado por suas ovelhas. Suas palavras devem ser claras, coerentes, orientadoras.

Quando o líder/pastor não é ouvido provavelmente está havendo um “ruído”, uma dificuldade na comunicação. Então é preciso buscar eliminar as causas desse ruído.

Ovelhas são seres frágeis que necessitam da orientação de seu pastor. Quando a voz do líder não é compreendida, qualquer “barulho” do mundo dispersa as ovelhas.

Devemos nos esforçar para sermos bons comunicadores da Palavra de Deus. Não basta apenas falar, é preciso comunicar também por atos. Lembrando o que disse São Francisco de Assis:

“Evangelize sempre. SE for preciso, use palavras.”

2.      EU AS CONHEÇO: Jesus nos ensina que o bom líder/pastor não fala do alto de sua posição de liderança/pastoreio, mas conhece de perto seus liderados/ovelhas.

Do mesmo modo que as pessoas devem enxergar o líder além das aparências e vê-lo exatamente pelo que ele é, também o líder/pastor precisa ir além das aparências e enxergar seus liderados/ovelhas tal como são.

É importante lembrar que, na Bíblia, no Primeiro Testamento, a palavra “conhecer” era usada também no sentido de uma relação íntima de amor.

Por exemplo, quando havia uma relação sexual fora dos planos de Deus, muitas vezes se falava de “deitar” ou “fazer comércio”.

“23. Não terás comércio com um animal, para te contaminares com ele.”

Quando a relação sexual era conforme os planos de Deus, se falava de “conhecer”, porque havia não só o ato, mas também a forte ligação sentimental de quem conhece o outro pelo que ele é.

Assim também deve ser o bom líder/pastor. Ele deve buscar conhecer seus liderados/ovelhas pelo que são de modo que possa haver compreensão entre ambos.

Não se trata de entrar na vida íntima da pessoa, mas de conhecê-la para ganhar a confiança de tal forma, que haja respeito e colaboração.

3.      ELAS ME SEGUEM: As ovelhas seguem o pastor porque confiam que ele sabe o caminho. Da mesma forma, os liderados supõe que seu líder sabe o caminho correto pelo qual deverão seguir. Elas veem o líder como um exemplo a ser seguido, daí também a responsabilidade do testemunho.

Para saber o caminho correto é preciso conhecimento, mas para segui-lo é preciso coragem, determinação, fé. Assim acontece em nossos grupos, ministérios, famílias, trabalhos... Muitas vezes a liderança desaparece por falta de um ou de todos esses elementos que compõem o líder.


Essa característica de DETERMINAÇÃO, Jesus expressa nessas palavras:

“Ninguém vai arrancá-las de minha mão.”

Um líder/pastor determinado luta por seus liderados/ovelhas, dá o exemplo, busca o conhecimento e conduz para o bom caminho.

Se depois disso ainda houver ovelhas desgarradas talvez elas não sejam as “suas” ovelhas, mas as de outro pastor. É preciso que cada liderança esteja no lugar certo.

Por outro lado, INDEPENDENTE DO TIPO DE OVELHA QUE VOCÊ É, JESUS, BOM PASTOR, ESTARÁ SEMPRE FALANDO COM VOCÊ, CONHECENDO E PARTILHANDO SEUS PROBLEMAS, EXPECTATIVAS E CONQUISTAS E LHE GUIANDO PELO BOM CAMINHO, DETERMINADO A NÃO LHE PERDER PARA AS COISAS DO MUNDO. OUÇA JESUS, BOM PASTOR!

QUE O SENHOR JESUS, BOM PASTOR, NOS AJUDE A PASTOREAR NOSSAS OVELHAS COMO VERDADEIROS CRISTÃOS E A SERMOS BOAS OVELHAS QUE SABEM OUVIR A VOZ DE SEU PASTOR, SEJA NA IGREJA, NA FAMÍLIA OU NO TRABALHO. E QUE DEUS, SENHOR DO REBANHO, SUSCITE PASTORES DIGNOS E CAPAZES DE CONDUZIR SUAS OVELHAS. ASSIM SEJA!


Tayson Queiroz

Um comentário:

  1. O Pastor precisa sentir o cheiro das ovelhas, estar atento ao seu rebanho e que nós cristãos que amamos a nossa igreja estejamos atentos a voz do nosso Pastor( Papa Francisco) que hoje nos conduz...

    ResponderExcluir